Archive | dezembro 2011

A Infâmia da intolerância contra os vulneráveis socialmente

Ao longo da minha história de vida, desde a infância pobre no interior de Alagoas, vivenciei o belo aprendizado de admirar a coragem como atributo essencial na formação do caráter da mulher e do homem. Aprendi com a vida que sem coragem não é possível ser honesto em terreno ocupado majoritariamente por bandidos, como é a política… Sem coragem não é possível ser solidário e caridoso para defender o oprimido das mãos cruéis dos que tentam aniquilar sua dignidade… Sem coragem não é possível defender a pequena e pobre criança do mundo maldito e poderoso do narcotráfico… Sem coragem não é possível defender os recursos naturais da exploração predatória e feroz da acumulação de riquezas à custa da vida das futuras gerações… Sem coragem estaremos mesmo condenados às prisões do submundo do silêncio diante de todas as formas de expressão dos reinos de dinheiro e poder!

Aprendi também que não é sinônimo de coragem e sim prova cabal da desprezível covardia humana os comportamentos de intolerância e humilhação contra os mais fracos, contra aqueles vulneráveis socialmente e massacrados pela classe social, gênero, cor da pele, orientação sexual, convicção religiosa… isso tem permitido a muitos espancar, violentar, mutilar e assassinar seres humanos. A crueldade desses métodos, dissimulados ou explícitos, tem constituído inaceitável direito por alguns de marcar pela violência imunda e cruel o corpo e a dignidade de outros com a prática que deve ser chamado de crime de racismo, homofobia, intolerância religiosa, machismo e, portanto iniqüidade contra os que pensam, vivem e amam de forma diferente dos padrões e valores hegemonicamente aceitos em nossa sociedade.

Ao longo da história da humanidade, sob a égide da intolerância, milhões de vidas humanas foram destruídas pelos preconceitos e pela tentativa de supremacia do poder material e das convicções pessoais ou espirituais de uns sobre o esmagamento da dignidade dos outros.

Na abordagem das convicções espirituais quem pode esquecer as histórias de horror patrocinadas pelo poder reinante contra mulheres e homens cristãos, templos sagrados do espírito santo que foram crucificados, queimados, destruídos… ou a indignidade contra judeus e muçulmanos e budistas e umbandistas e entre as religiões ou na vã tentativa de acabar com todas elas…experiências onde cada uma religião tenta trazer pra si a exclusividade comercial da condição de ungido por Deus ou no outro extremo, os ungidos pelo fanatismo ideológico e ateísmo que tentam ser proprietários da mente e coração de outros.

Revisitando a nossa própria história temos obrigações com a construção ao menos de uma sociedade de menos barbárie e a necessária preservação das lembranças que insistem em nos dizer: …A ninguém é dado o direito de esquecer os terríveis colares de orelhas humanas que eram ostentados pelos caçadores de escravos ou as marcas de ferro em brasa que marcavam os negros ou os ganchos de ferro que atravessavam as costelas das negras e as penduravam para sangrar até morrer… A ninguém é permitido esquecer das pequeninas mulheres menininhas pobres que têm suas virgindades leiloadas e são estupradas pelos políticos bandidos e autoridades vagabundas de Alagoas ou em qualquer outro pedaço de terra deste planeta… … A ninguém é concedido o poder de humilhar com palavras chulas e vulgares ou esbofetear, mutilar e assassinar alguém por sua orientação sexual ou por sua relação homoafetiva… A ninguém deverá ser possível fingir que não viu o mendigo ou morador de rua ou índio em chamas, todos assassinados porque eram o retrato da triste e angustiante miséria humana…

Quem tem realmente coragem de tentar mudar o mundo e construir uma nova sociedade de paz, ética, justiça e solidariedade não prioriza atacar covardemente os mais frágeis e vulneráveis socialmente e não ousa quebrar em pequenos fragmentos de dor e humilhação o coração daqueles que muitas vezes nem podem escolher como viver. Quem realmente quer semear generosidade e respeito em nossa tão frágil “democracia” possibilita, desde a infância em casa até as atividades educacionais e culturais em público, a compreensão ética da belíssima diversidade humana e assim usará a coragem com suas palavras de fogo e esperança inquebrantável contra os reinos podres de corrupção, violência e poder e jamais ostentará arroubos de covardia contra os mais pobres, simples e vulneráveis socialmente!

Heloísa Helena é vereadora por Maceió

Twitter: @_Heloisa_Helena

Email: heloisa.ufal@uol.com.br

via Blogs – Painel Notícias.

O NASCIMENTO DE JESUS, UM CORDEL SOBRE O NATAL

Você sabe como começou toda essa história de natal? Que tal uma espiada em um jeito bem brasileiro de contar a história?

Uma noite de Paz

Desejar “Feliz Natal” é muito pouco diante de tudo o que VOCÊ pode fazer. Diante de tudo o que ELE fez por VOCÊ!

 

Linus explica o Natal

O que realmente é o natal?

IBM diz que em 5 anos teremos dispositivos controlados pela mente

Através de uma interface simples entre o cérebro e uma máquina BMI, será possível detectar diferentes tipos de ondas cerebrais e o computador responderá da devida maneira. Essa é a resposta da IBM para entendermos como serão os computadores no futuro.

Kevin Brown da IBM Reprodução / Digital Trends

Kevin Brown da IBM Reprodução / Digital Trends

 

Para conseguir fazer nossa mente controlar a realidade, teremos que utilizar um aparelho parecido com o EPOC neuroheadset, equipados com sensores para ler os sinais elétricos cerebrais.

Não se pode dizer que seja algo exatamente novo, mas ainda não tinha sido apresentado nessas proporções. Algumas versões mais simples já existem em produtos como o Force Trainer Star Wars, que utiliza um headset baseado em eletroencefalografia.

O que a empresa pretende com a tecnologia, é tornar-se referência quanto à proposta de utilização, preparando para que coisas mais cotidianas possam ser feitas por todas as pessoas. A IBM está trabalhando para que o cérebro possa ser a interação com aparelhos como telefones e computadores, e a mecânica chega a dispensar explicações: “Basta pensar, e acontece”.

Será um passo interessante caso essa afirmação da empresa seja concretizada, visto que hoje falamos frequentemente em sensores de movimento e utilizações secundárias para o Kinect.

Esse projeto faz parte do “5 in 5” da IBM, que listou os estudos que serão possíveis de executar nos próximos cinco anos. Para ver as outras possibilidades propostas, confira o blog IBM Research.

via TechTudo.

Quem é o próximo?

Via 9GAG – Who’s next?.

São Januário um dos cinco estádios mais intimidadores do mundo

Jornal elege São Januário um dos cinco estádios mais intimidadores do mundo

O estádio de São Januário, casa do Vasco, é um dos cinco mais intimidadores do mundo, segundo lista publicada pelo jornal inglês “The Telegraph”. O diário listou as arenas mais hostis à torcida adversária – os considerados “caldeirões” – e deixou La Bombonera, tradicional estádio argentino, de lado.

Na lista do The Telegraph, São Januário é a única arena sul-americana. Os demais são o San Paolo, casa do Napoli, na Itália; o Mestalla, de Valência, na Espanha; e o Westfalenstadion, que recebe jogos do Borussia Dortmund, na Alemanha.

Outro destaque da lista é o Ali Sami Yen, estádio do Galatasaray que foi fechado em janeiro deste ano. Chamado pelo jornal de “a casa da hostilidade”, a arena é comparada a “uma cesta cheia de cobras” pela publicação inglesa.

Sobre São Januário, o The Telegraph lembra que, embora não seja o maior estádio do Rio, trata-se de um caldeirão. “Escolha o jogo certo e o estádio balança de tanta emoção”, diz o texto dos ingleses.

São Januário

via ESPN.com.br / Futebol no Mundo – Informação é o nosso esporte – Jornal elege São Januário um dos cinco estádios mais intimidadores do mundo.

O que é ser verdadeiramente um discípulo e igreja

Será que estamos sendo verdadeiramente discípulos de Cristo? Ou estamos inserindo um modo mundano de ver coisas, eventos e instituições em detrimento as pessoas?

Silvio Santos é mais admirado que Jesus Cristo no BR, aponta estudo

Silvio Santos é mais admirado que Jesus Cristo no BR, aponta estudo

Silvio Santos

A Forbes divulgou nesta segunda-feira uma pesquisa que aponta que Silvio Santos é a personalidade mais admirada no Brasil. A pesquisa, feita pela UK’s Future Poll sob encomenda da Johnnie Walker, também diz que 68% dos brasileiros pensam que obter sucesso não significa acumular riquezas.

Abaixo, a lista dos 10 mais admirados pelos brasileiros:

1) Silvio Santos

2) Bill Gates

3) Lula

4) Angelina Jolie

5) Jesus Cristo

6) Não foi divulgado

7) Ayrton Senna

8 ) Ronaldo

9) Não foi divulgado

10) Pelé

via Silvio Santos é mais admirado que Jesus Cristo no BR, aponta estudo – Radar Pop – Estadao.com.br.

Brasil já tem pelo menos 29 grandes cracolândias, dispersas por 17 capitais

Na semana em que o governo federal lançou megaplano contra o crack, ‘Estado’ teve acesso com exclusividade a mapeamento inédito

Bruno Paes Manso – Estado de S. Paulo

SÃO PAULO – Em 17 capitais brasileiras, já há atualmente 29 cracolândias com alta concentração de consumidores. Todas são itinerantes e vão se movimentando segundo o ritmo das incursões policiais e brigas entre traficantes.

Principais pontos de consumo de crack estão nas áreas centrais das cidades - Nacho Doce/Reuters

Principais pontos de consumo de crack estão nas áreas centrais das cidades – Nacho Doce/Reuters

Principais pontos de consumo de crack estão nas áreas centrais das cidades

Em nove dessas cidades, os principais pontos de consumo de crack estão nas áreas centrais. As informações estão no mapeamento feito pela Secretaria Nacional Antidrogas em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Na semana em que o governo federal lançou um plano de R$ 4 bilhões de combate ao crack, o Estado teve acesso com exclusividade a 16 dos 27 mapas das capitais.

Segundo o mapeamento da Fiocruz, cada região brasileira tem suas especificidades. Nenhuma cidade do Brasil, no entanto, se assemelha à capital paulista, onde o crack já está presente desde o fim dos anos 1980. Para dar conta da complexidade paulistana, pesquisadores esquadrinharam o território da cidade em mais de cem mapas. E descobriram que pelo menos cinco cracolândias na capital têm mais de cem pessoas.

“Já pesquisei nos Estados Unidos e na Alemanha e nunca vi nada no mundo parecido com São Paulo”, diz Francisco Bastos, pesquisador da Fiocruz e coordenador do estudo. Bastos explica que os mapas também vão servir como referência para que as equipes de saúde entrem em contato com consumidores.

No trabalho final, que deve ser divulgado no ano que vem, foram listados mais de 5 mil pontos de consumo de crack no Brasil. Em um ano, pesquisadores ouviram 21 mil consumidores e atualmente tentam chegar ao total de usuários nas ruas. A ideia é que, com esse estudo em mãos, União e Estados possam direcionar melhor ações e recursos para combater a expansão do uso da droga.

Distribuição. Na Região Norte, segundo a pesquisa, as concentrações de usuários de crack são pequenas e dinâmicas. Lá também se consome o oxi, derivado da pasta-base de cocaína misturado com querosene. No Nordeste, existem cenas variadas. Em Salvador, a concentração de usuários nas ruas é grande como a das cidades do Sudeste. No Recife, há uma mistura de pequenos e grandes redutos. No Sul do Brasil, em cidades como Porto Alegre e Florianópolis, as cracolândias são de tamanho médio.

No Sudeste estão as cracolândias mais visíveis e impressionantes. E se espalham por todo o território de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte.

O Distrito Federal, na região Centro-Oeste, também se destaca pela alta densidade – existem lá pelo menos cinco cracolândias, que estão presentes tanto no Plano Piloto quanto em municípios vizinhos, como Ceilândia e Gama.

via Brasil já tem pelo menos 29 grandes cracolândias, dispersas por 17 capitais – internacional – geral – Estadão.

%d blogueiros gostam disto: